O novo normal realmente é normal? Ou muitas práticas já eram realizadas pelas empresas e as pessoas não sentiram tanto a mudança? Com base nesse ponto de vista, com o distanciamento social e tudo mais que estamos passando, podemos reformular a pergunta e questionar: Esse será o novo normal para quem? 

É certo que as pessoas estão reavaliando o momento, dando mais atenção para pessoas e afetos, como abraços e apertos de mãos, beijo no pai, na mãe, nos avós e amigos. Mas isso já não deveria ser normal e não caracterizado como algo novo? Podemos dizer que, em outros setores do cotidiano esse novo normal também não é considerado tão novo assim, como nos departamentos de higiene, do consumo, e até do seu trabalho, que alguns hábitos velhos já existiam para alguns, e que de novo não tem nada.

Como o novo normal será no trabalho?

Não podemos deixar de falar sobre a tecnologia e sua revolução digital no mundo empresarial. Esse avanço já vem acontecendo há pelo menos 5 anos e passava batida por muitas empresas que não investiram tanto em tecnologia. Poucos davam a devida atenção que ela merecia, como por exemplo, ferramentas digitais que hoje fazem a diferença para as companhias que estão no formato home office e precisam fazer reuniões de pauta, reuniões de negócios entre outras. Essas empresas foram surpreendidas com uma mudança drástica dos últimos meses.

O que não se pode dizer da BDDG.ag, que sempre está a favor das transformações digitais do mercado e é adepta a várias delas para todos os processos, internos e externos da agência. A tecnologia é algo que já anda junto conosco a algum tempo, e ela faz toda a diferença!

Quais as soluções digitais para esse momento?

Com o avanço da internet, surgem aplicativos especializados em comunicação online. Desta forma reuniões podem ser realizadas neste momento de distanciamento social. O novo normal é portanto um trabalho full time, desde que funcionários estejam comprometidos e sua equipe seja responsável para que deem conta das demandas, seguindo suas pautas, com comprometimento. Uma mudança de pensamentos e costumes. Aquela virada de chave.
Para grandes empresas em que os gastos são altos, atualmente houve uma redução significativa de economia com água, luz, menos pessoas nos escritórios, com  os cafés, com a eletricidade, com a limpeza, água e etc.

Na higiene os velhos hábitos se intensificam.

Lavas as mãos sempre foi um hábito que aprendemos desde crianças, e que com o novo normal só vem para reforçar e relembrar a importância dela e  que muitas pessoas por algum motivo, não praticavam. Agora a tendência é que cada estabelecimentos tenha uma pia à disposição de seus clientes, para que higienizem as mãos constantemente.

O álcool em gel é outro item que já faz parte da rotina das pessoas. Cada indivíduo agora carrega em sua bolsa um pequeno frasco para se higienizar, sempre que tocar em objetos ou quando achar necessário, por prevenção e porque não dizer pelo costume? Cada vez mais essa realidade estará presente na vida das pessoas, que ao chegarem da rua, vão limpar suas mãos com mais atenção e cuidado. O hábito das pessoas ao chegar em casa deve ser diferente daqui pra frente como retirar os sapatos é deixá-los do lado de fora de casa, costumes estes que já fazem parte  da cultura de outros países como Japão e Alemanha, por exemplo. Rotinas comuns aos brasileiros, que serão intensificadas no mundo pós COVID-19.

Nas escolas professores se reinventam.

Educação infantil, uma das maiores preocupações sobre como a pandemia iria afetar o cotidiano de alunos e professores. Muitos se perguntaram como  fazer para que ninguém perdesse conteúdos e o ano letivo. Descobertas e inovações foram colocadas à prova no ensino nesses momentos de isolamento social, onde todas as escolas foram fechadas.

Algo curioso que surgiu na crise, foi professores sendo alunos, reaprendendo novos métodos para ensinar e se reinventar diante da tecnologia, montando aulas e se adaptando ao novo cenário de uma sala virtual. Claro que em circunstâncias  com menos recursos como escolas públicas, também houveram adaptações como usar de uma antiga, porém, boa ferramenta de comunicação: A televisão. Algumas escolas públicas utilizam canais da TV digital para transmitir o conteúdo que os alunos têm que receber. Tudo para se enquadrar à nova realidade, mas ainda assim usando de métodos antigos, porém. eficazes. E então pudemos perceber nesse cenário que o “novo normal” para a educação é um aprendizado à distância cada vez mais frequente e que sempre há espaço para se reinventar.

O que muda com o novo normal no turismo?

Um dos ramos que mais sofreu foi o do turismo. O que se viu neste período de distanciamento social foi a diminuição drástica de voos e viagens, sejam nacionais ou internacionais. As companhias aéreas sentiram muito o impacto da pandemia. Os aeroportos se transformaram em verdadeiros desertos. Mas no mundo pós COVID-19 o turismo vai ser o primeiro a bombar.

O que muda para este setor, provavelmente serão protocolos mais rígidos na segurança, na higiene e no comportamento das pessoas. As companhias aéreas terão que adaptar seus aviões para passageiros e tripulação terem melhores condições na limpeza, com mais desinfetantes, uma maior filtragem do ar e melhor distribuição dos assentos, para se manter um maior distanciamento físico entre os viajantes. Sem se esquecer do uso obrigatório da máscara.

No comércio o novo normal ganha mais força.

As compras online já eram tendência muito antes da pandemia, agora esse setor cresceu significativamente, e que bom! As lojas que antes não tinham vendas online se viram “obrigadas” a investir no setor. Restaurantes também mudaram o jeito de sobreviver à crise aderindo e se rendendo aos aplicativos de pedidos online e entregas Delivery.

O novo normal é um mundo em que as pessoas darão mais valor para pequenas coisas e velhos hábitos, como por exemplo, passar mais tempo com os cônjuges,os filhos, pais e avós. A vida em família, com mais tempo dentro de casa e menos tempo na rua, será um benefício. Portanto, o novo normal é a antecipação do futuro em nossas vidas. Costumes que estavam desaparecendo aos poucos, chegam de mansinho para trazer de volta a união no dia a dia da população.

Para aqueles que estavam mais preparados, conseguiram absorver melhor essa nova realidade sem sofrer com as grandes mudanças. Para outros, essa virada de chave foi um pouco mais árdua e trabalhosa na vida das pessoas e das empresas. Mas independente de tudo, vamos sair mais fortes, com novas ideias, novos propósitos, novos planos, novas metas.

Esse é o novo normal. Desafiando o presente para nos mostrar novas possibilidades futuras sem espaço para o passado.

Siga nos nas redes sociais: Facebook, Instagram, LinkedIn

Quer conhecer mais sobre nosso trabalho? Acesse nosso site
Se quiser bater um papo, estamos à disposição.
Ligue para: (41) 9 9855-7878, será um prazer falar com você!

Fonte:
https://blog.fluxia.com.br/novo-normal-qual-o-real-impacto-na-vida-das-pessoas/?utm_campaign=News%20Julho&utm_medium=email&utm_source=newsletter

Leave a Reply

  • Agências Coligadas:
  • Agência Massimo
  • Agência Vouk
  • WM Propaganda

Brasil

Curitiba – PR

BDDB

Av. Rep. Argentina, 1228 , Sala 2608 Água Verde CEP 80620-010

Curitiba - PR

+55 41 9855-7878

[email protected]

Brasil

Joinville – SC

Coligada Voük

Rua Gothard Kaesemodel, 220
Anita Garibaldi – 89203-400

+55 47 3028.8444

[email protected]

Brasil

São Paulo – SP

Coligada WM Propaganda

Av. Jovina de Carvalha Dau, 286
Taboão da Serra - SP
CEP 06754-200

+55 11 4701-5647
+55 11 98283-8498

[email protected]

USA (em breve)

New York – Soho

Escritório Operacional

154 Grand Street New York
NY 10013

646.664.4467

[email protected]