O link building visa a construção de uma rede de links dentro de uma página web, que redirecionam o tráfego para outro site, melhorando a autoridade daquele conteúdo diante dos buscadores, especialmente o Google.

Diante disso, o link building é conhecido como um dos pilares da estratégia de SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para mecanismos de busca, que nada mais é do que um conjunto de técnicas aplicadas aos sites, para melhorar a classificação nos buscadores.

Imagine que, ao procurar “como dar banho no cachorro” no Google, um dos resultados de pesquisa mostra um site sobre cuidados com animais domésticos e dentro dele, um hiperlink para uma clínica veterinária e pet shop. Isso é o link building na prática.

Aparecer em outras páginas é um importante fator de classificação, pois mostram como um determinado site se relaciona com o restante da web. 

Por conta disso, quanto mais backlinks (quando os links são mencionados) receber, melhor é o rankeamento.

No entanto, não basta encher um conteúdo com hiperlinks e esperar uma boa classificação. Ao contrário, há métodos específicos para a construção dos backlinks.

O presente artigo vai mostrar mais sobre link building e como aplicar a estratégia. Acompanhe a leitura!

 

O link building e a sua importância

O link building se resume na ação de conseguir backlinks, que são as menções de outros sites apontando para a sua página, de maneira natural ou não. 

Esses links podem ser internos, ou seja, seu website menciona outro conteúdo, mas sem sair da sua própria página, ou externo.

Em geral, quando se fala de link building, refere-se às referências externas, que podem receber o nome de backlinks ou inbound links.

O principal objetivo das menções é mostrar ao Google a popularidade, autoridade e bom relacionamento do site diante do mercado. 

Desse modo, o buscador investiga os links de redirecionamento, para saber se o site é realmente de qualidade.

A lógica é simples: quanto mais links apontarem para o seu site ou blog, mais os algoritmos do Google entendem que a sua página traz um conteúdo relevante aos usuários.

Sendo assim, se um artigo do seu blog sobre endoscopia digestiva baixa é mencionado em vários sites médicos, é provável que o Google veja esse material como de alta relevância, contribuindo para melhorar a sua classificação.

Quanto aos links internos, que também englobam a ação de link building, direcionam para dentro do seu próprio site, mas também dizem respeito às menções que a sua página usa no conteúdo.

Essas referências também são avaliadas pelo Google, como forma de entender a qualidade da sua página, e se ela merece um melhor ranqueamento entre os resultados de busca.

Assim, o seu blog sobre conteúdos de saúde, mencionado no exemplo anterior, citar o produto do seu e-commerce dentro de um artigo, como uma seringa insulina caixa 100 unidades, essa é uma ação de link building interna.

 

Mas, como tudo no SEO leva em consideração o usuário, é preciso lembrar que os hiperlinks também são uma forma de melhorar a experiência de leitura e navegabilidade, pois oferecem novos conteúdos interessantes e informativos para o leitor.

Por esse motivo, ao invés de forçar a inserção de um backlink, recomenda-se dar preferência por links que façam sentido para o usuário. 

Vale ressaltar a importância de ter uma boa classificação no Google. 

Mais de 97% das pesquisas são realizadas dentro desse buscador, fazendo dele o maior site de buscas do mundo.

Portanto, quando se aparece entre os primeiros resultados, é possível aumentar consideravelmente o tráfego orgânico dentro do site, além das chances de conversão de leads (potenciais clientes), o que pode resultar em um aumento de vendas.

Fora isso, tem a questão da autoridade no ambiente virtual. Quando um usuário pesquisa sobre drenagem linfática facial, por exemplo, a tendência é que ele confie mais nos primeiros resultados. Dessa maneira, a sua página passa a ter maior credibilidade.

 

4 dicas para usar o link building

Antes de mais nada, é fundamental saber que o algoritmo do Google usa uma infinidade de fatores de classificação para ranquear uma página. Por isso, a ação de link building, de modo prático, precisa ser cuidadosamente planejada.

Diante disso, separamos algumas dicas de como usar o link building e alcançar um bom reconhecimento com o Google. Confira!

 

1 – Cria ativos de marketing e conteúdo de qualidade

O marketing de conteúdo é um dos principais aliados do link building. 

Afinal de contas, o SEO tem como foco a experiência do usuário e, por conta disso, é importante ofertar um material rico, informativo, e que atenda às necessidades dos internautas.

Assim, antes de ir diretamente atrás dos backlinks, deve-se garantir que os usuários vão aprovar aquilo que encontram no seu site. 

Isso torna o compartilhamento do conteúdo muito mais fácil e, como consequência, gera menções naturais para o seu material.

Por exemplo, ao falar sobre preenchimento bochecha, o ideal é trazer um conteúdo completo, que explique o procedimento, contraindicações, como é o pós-cirúrgico, etc. 

Essas informações são relevantes aos usuários, pois eles podem conhecer mais sobre a intervenção.

Além disso, é possível aumentar as chances de compartilhamento por meio da criação de ativos em Marketing Digital, que são linkáveis. De modo geral, esses elementos consistem em peças de conteúdo que se divulgam “sozinhos”, tais como:

  • Infográficos;
  • Guias completos;
  • Materiais interativos;
  • Listas;
  • Entre outros.

Os ativos se destacam porque são de fácil compreensão e altamente visuais. Assim como o restante do conteúdo, eles também precisam trazer informações de qualidade e relevantes.

 

2 – Tenha parceiros para menções em backlinks

Um bom relacionamento na web também envolve o fechamento de parcerias com outros sites e blogs. 

Além do mais, ser mencionado em outras páginas, é algo que independe da sua vontade, sendo delegado a terceiros.

Por esse motivo, quando se firmam parcerias, o processo é mais simples. 

Por exemplo, uma empresa especializada no serviço de primeiro emplacamento de moto pode ser parceira de um blog sobre conteúdos automotivos.

Entretanto, é preciso saber como escolher os melhores parceiros. 

Para isso, dê preferência aos sites que já têm autoridade no Google e no mercado, bem como estejam relacionados à sua área de atuação e produzam bons conteúdos.

Uma maneira de encontrar parceiros é buscar por palavras-chaves. 

No caso do exemplo anterior, o site de emplacamento pode pesquisar por parceiros que tenham conteúdos sobre como fazer renovação de cnh provisória, que é um dos materiais mais procurados no Google.

 

3 – Faça guest posts

Os guests posts, ou guest posting, também ajudam muito na obtenção de backlinks. 

Resumidamente, eles são os famosos “artigos de convidados”, ou seja, quando uma pessoa escreve algo para um site ou blog, da qual ele não é dono.

Geralmente, esses convidados são autoridade em um determinado assunto. No exemplo de renovação de CNH, o blog pode chamar um profissional especializado para produzir um artigo sobre como tirar habilitação b.

Além da possibilidade de backlinks, o guest post é uma excelente forma de ter conteúdos de qualidade dentro do seu site. 

Afinal de contas, estamos lidando com um profissional do ramo, o que pode ser muito interessante aos usuários.

Sendo assim, além do link building, o artigo de convidado permite que a página conquiste uma maior credibilidade. 

Consequentemente, o Google avalia melhor o site, o que contribui para a classificação nos resultados de pesquisa.

 

4 – Use topic clusters para os links internos

Até agora tratamos de muitas alternativas para a criação de uma rede de backlinks. Contudo, não se pode esquecer das menções internas, que também são fatores de classificação.

O topic clusters, por exemplo, é uma estratégia de hierarquização das páginas de uma página, por meio da rede de links internos.

De modo simples, a técnica funciona da seguinte maneira: cria-se um post com base em uma palavra-chave principal e, os demais conteúdos com palavras-chaves mais especificas (ou secundárias), irão direcionar sempre para o primeiro material.

Ou seja, os posts “secundários”, também chamados de “satélites”, fortalecem a autoridade do conteúdo pilar, que é o principal, em termos de hierarquia do site.

O Google entende essa lógica e, com isso, valoriza os conteúdos principais em seu ranqueamento.

 

Conclusão

O link building tornou-se uma das estratégias mais importantes dentro do SEO, pois ele constrói a autoridade do seu site, diante de um mercado competitivo e exigente dentro da internet. 

É por isso que várias empresas estão investindo na técnica.

Porém, a elaboração de uma rede de backlinks é quase uma arte, pois demanda a verificação de todos os fatores de rankeamento do Google, em conjunto com as boas práticas de link building.

Diante disso, vale a pena fazer um planejamento detalhado e completo, além de firmar parcerias com outros sites relevantes ao seu público-alvo, para entregar algo de qualidade e que realmente faça a diferença aos usuários.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Reply

  • Agências Coligadas:
  • Agência Massimo
  • Agência Vouk
  • WM Propaganda

Brasil

Curitiba – PR

BDDB

Av. Rep. Argentina, 1228 , Sala 2608 Água Verde CEP 80620-010

Curitiba - PR

+55 41 9855-7878

[email protected]

Brasil

Joinville – SC

Coligada Voük

Rua Gothard Kaesemodel, 220
Anita Garibaldi – 89203-400

+55 47 3028.8444

[email protected]

Brasil

São Paulo – SP

Coligada WM Propaganda

Av. Jovina de Carvalha Dau, 286
Taboão da Serra - SP
CEP 06754-200

+55 11 4701-5647
+55 11 98283-8498

[email protected]

USA (em breve)

New York – Soho

Escritório Operacional

154 Grand Street New York
NY 10013

646.664.4467

[email protected]