O LinkedIn é conhecido como a rede social profissional mais famosa do mundo. A plataforma é comumente usada para anúncios de vagas de emprego, bem como para o famoso networking, conectando trabalhadores dos mais diversos ramos.

Além disso, o LinkedIn já ocupa espaço entre as redes mais populares da internet, com mais de 575 milhões de usuários e mais de 260 milhões de contas ativas por mês.

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o uso da plataforma se intensificou, principalmente com a procura de vagas de emprego remoto, visto que muitos estabelecimentos foram impedidos de funcionar, conforme medidas de isolamento.

Segundo um relatório da Microsoft, o LinkedIn apresentou um crescimento de 26% em 2020 e essa porcentagem tende a aumentar, alcançando níveis recordes de engajamento.

Atualmente, o LinkedIn concentra inúmeras páginas empresariais, sendo possível encontrar desde empresas especializadas em aluguel de máquina de solda, lojas de roupas, escritórios, até profissionais autônomos, que investem maciçamente em marketing pessoal.

No artigo de hoje, conheça mais sobre o LinkedIn e quais as melhores formas de usá-lo para sua empresa, conquistando ótimos resultados de marketing.

 

O que é o LinkedIn?

O LinkedIn foi lançado em 2003, na mesma época em que várias redes sociais surgiam. No entanto, a proposta da plataforma é adotar um viés profissional, onde cada usuário pode se conectar a vários perfis de interesse, formando um grande network.

As principais informações presentes em um perfil do LinkedIn são:

  • Nome;
  • Cargo profissional;
  • Cidade onde mora;
  • Informações de contato;
  • Atividades (artigos, publicações, etc.);
  • Formação acadêmica;
  • Competências;
  • Conquistas.

 

Hoje em dia, além do perfil profissional, o LinkedIn permite a criação de fanpages de empresas. Ou seja, um negócio que vende cobertura de policarbonato retrátil, por exemplo, pode usar a rede para divulgar o seu produto, assim como no Facebook.

Além disso, a plataforma conta com outras funcionalidades corporativas, como ferramentas para recrutar funcionários, campanhas para divulgação de vagas de emprego e feed de publicações para as marcas manterem contato com a sua rede.

Dessa forma, o LinkedIn passou a ser visto como uma excelente ferramenta de marketing digital, pois ele pode ser integrado à produção de conteúdo das empresas, bem como para a divulgação de produtos e serviços online.

Vale dizer que a rede também conta com um gerenciador de anúncios próprio, sendo possível patrocinar campanhas para obtenção de resultados a curto prazo.

 

6 dicas para usar o LinkedIn no marketing da sua empresa

O poder das redes sociais já é conhecido para quem trabalha com marketing digital. Por se tratar de plataformas de rápido engajamento, as interações por esses canais são muito mais dinâmicas, sendo possível converter leads (potenciais clientes) com eficácia.

No LinkedIn não seria diferente. Entretanto, é preciso considerar que se trata de uma rede profissional e, por conta disso, por vezes a linguagem adotada pode ser diferente da empregada no Facebook e Instagram, por exemplo.

Além do mais, é preciso considerar as particularidades do LinkedIn, assim como toda rede. Dito isso, confira a seguir algumas dicas para usar a plataforma de maneira eficiente no marketing da sua empresa.

 

1 – Tenha uma company page

As company pages, também chamadas de fanpages, são bem similares às páginas do Facebook e podem ser usadas como canais de divulgação da sua marca, distribuindo conteúdo e mensagens aos seguidores.

Recomenda-se ter uma página otimizada e sempre atualizada. Isso transmite uma sensação de profissionalismo maior e, desse modo, atrai uma audiência qualificada para o seu negócio.

Outra dica é usar uma foto de capa e de perfil que facilite a identificação do usuário. Em geral, as empresas optam por logotipos da marca, em conjunto com uma imagem de capa que faça sentido ao público-alvo.

 

2 – Produza conteúdo de qualidade

O consumidor digital exige conteúdo de qualidade. Afinal de contas, ele não quer se deparar apenas com uma propaganda de esteira transportadora, por exemplo, mas sim, ter um material informativo e valioso a respeito do equipamento.

O LinkedIn oferece a possibilidade de fazer publicações em uma plataforma própria, de maneira semelhante a um blog. Inclusive, é possível interagir com os usuários por lá, através de comentários e ícones de compartilhamento em outras redes sociais.

Para as marcas, é bastante interessante publicar por essa ferramenta do LinkedIn. Segundo a própria rede social, cerca de 75% dos usuários leem ou interagem com o conteúdo na plataforma, pelo menos uma vez por semana.

Ou seja, é uma boa oportunidade para construir um relacionamento saudável com o seu público e, dessa forma, conquistar uma audiência cada vez maior.

 

3 – Tenha um calendário editorial

Além de investir na produção de conteúdo de qualidade, é preciso ter um cronograma editorial, para manter a sua company page sempre atualizada e oferecendo materiais ricos aos seguidores da marca.

A frequência de publicação irá depender muito dos objetivos da empresa, bem como das características do público-alvo.

Por meio do próprio LinkedIn, é possível visualizar um relatório com os dias e horários de maior acesso da audiência. Dessa forma, a sua empresa pode compartilhar um texto sobre cavalete de sinalização, por exemplo, no momento de maior tráfego.

 

4 – Participe de grupos

O LinkedIn oferece a possibilidade de participar de vários grupos. Essa é uma funcionalidade extremamente vantajosa para as empresas, pois os empreendimentos podem encontrar profissionais especialistas em uma determinada área, além de oferecer conteúdo a um público altamente qualificado.

É interessante mapear os grupos mais significativos para a sua marca, isto é, que fazem sentido para o seu negócio.

Por exemplo, se a sua empresa é focada em aluguel de banheiro químico, pode ser interessante participar de grupos a respeito de shows e atrações públicas, pois são eventos que sempre contam com um banheiro químico para os participantes.

Outra dica é compartilhar conteúdo do blog da sua empresa de forma contextualizada dentro de uma discussão em um grupo. Isso ajuda a atrair tráfego qualificado para o seu site, além de aumentar o reconhecimento do seu negócio no LinkedIn.

 

5 – Crie anúncios patrocinados

O Facebook e Instagram são reconhecidos pelos ótimos resultados com anúncios patrocinados, podendo direcionar campanhas de acordo com o perfil de um público específico, conforme preferências, idade, localização, etc.

No LinkedIn, também é possível fazer essa segmentação, mas o foco está nas informações pessoais dos usuários.

Por exemplo, se a intenção é criar um anúncio sobre bomba de diafragma, é possível segmentar o conteúdo para negócios hospitalares, o que aumenta as chances de conversão, pois é o nicho mais interessado no produto.

O LinkedIn conta, basicamente, com dois tipos de anúncios: o Self-Service, indicado para campanhas abaixo de R$ 15 mil por mês; e as Soluções Corporativas, para investimentos acima de R$ 15 mil por mês.

Dentro dessas duas opções há variados tipos de propagandas, como o Sponsored content, o Sponsored InMail, Text Ads, entre outros.

Vale a pena conhecer cada tipo de anúncio, para escolher o modelo ideal, conforme os objetivos da sua empresa.

 

6 – Interaja com o seu público

Um dos maiores erros em marketing digital é a falta de interação da marca com o público. Muitas empresas acreditam que ao criar um anúncio sobre outsourcing de impressão, por exemplo, só resta esperar pelo tráfego qualificado. Mas, a campanha vai muito além disso.

É fundamental ter uma interação contínua com os seguidores, visto que muitas pessoas usam as redes sociais justamente com o propósito de ter um contato mais direto com a empresa, seja para fazer um pedido ou apelo.

Por esse motivo, é importante ter uma comunicação direta com a sua audiência, da forma mais natural possível, para construir uma relação sólida e durável.

Esse contato pode ser simples, por exemplo, respondendo comentários em um conteúdo sobre morsa de precisão, ou até mesmo iniciando uma conversa pelo chat.

Lembre-se sempre de manter a cordialidade e a simpatia, para que os usuários tenham uma boa experiência de atendimento pela rede social.

 

Conclusão

Desde o seu surgimento, o LinkedIn sempre foi considerado uma rede focada no vínculo profissional. Ou seja, os usuários se conectam com o objetivo de fortalecer e criar um networking, algo fundamental para quem deseja ter sucesso na carreira.

Em vista disso, várias empresas passaram a usar o LinkedIn também para melhorar o marketing digital, ainda mais com os inúmeros recursos e funcionalidades que surgiram na plataforma ao longo dos anos.

Hoje, sabe-se que o LinkedIn é uma poderosa rede para atração de uma audiência qualificada e, além disso, pode ajudar muito na busca por especialistas e profissionais de renome, o que ajuda a melhorar o time de colaboradores da sua empresa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Reply

  • Agências Coligadas:
  • Agência Massimo
  • Agência Vouk
  • WM Propaganda

Brasil

Curitiba – PR

BDDB

Av. Rep. Argentina, 1228 , Sala 2608 Água Verde CEP 80620-010

Curitiba - PR

+55 41 9855-7878

[email protected]

Brasil

Joinville – SC

Coligada Voük

Rua Gothard Kaesemodel, 220
Anita Garibaldi – 89203-400

+55 47 3028.8444

[email protected]

Brasil

São Paulo – SP

Coligada WM Propaganda

Av. Jovina de Carvalha Dau, 286
Taboão da Serra - SP
CEP 06754-200

+55 11 4701-5647
+55 11 98283-8498

[email protected]

USA (em breve)

New York – Soho

Escritório Operacional

154 Grand Street New York
NY 10013

646.664.4467

[email protected]