O SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca, consiste em um conjunto de técnicas e estratégias de produção de conteúdo, com o objetivo de melhorar o rankeamento nos buscadores, como o Google.

Dessa forma, o seu site ou blog consegue alcançar uma boa classificação nos resultados de pesquisa para maior tráfego orgânico e, consequentemente, aumentando as chances de conversão de leads (potenciais clientes).

Mas, qual a importância de obter um bom rankeamento no Google? E quais as principais ações de otimização?

Esses são apenas alguns dos questionamentos que permeiam os empreendedores na hora de decidir pelo emprego dessas técnicas.

No artigo de hoje, conheça as estratégias de SEO para sua empresa e saiba a resposta para muitas perguntas referentes à técnica de otimização.

 

Mas, afinal de contas, o que é SEO?

O Google processa mais de 40.000 consultas a cada segundo, o que equivale a 3,5 bilhões de buscas diárias e 1,2 trilhões de pesquisas por ano em todo o mundo, de acordo com um levantamento feito pela Internet Live Stats.

Isso significa que o Google é o grande gigante do mundo virtual, já que a maioria dos usuários usa o buscador para iniciar a navegação na internet. 

Assim, quando alguém deseja encontrar peças agrícolas, por exemplo, há grandes chances que essa busca se inicie no Google.

Por isso, aparecer entre os primeiros resultados de pesquisa é a chance de conquistar mais visitantes para o seu site e, além disso, aumentar a probabilidade de vendas. Afinal de contas, quanto maior é o reconhecimento, a lucratividade também tende a crescer.

De acordo com a HubSpot, é de 34,36% a taxa de cliques na primeira posição dos resultados de pesquisa orgânica do Google. Por isso, ter uma boa classificação é essencial para melhorar a imagem do seu negócio.

Nesse sentido, o SEO é fundamental para esse rankeamento, visto que a estratégia conta com uma série de técnicas de otimização, que levam em consideração os fatores de classificação do Google.

Ou seja, o SEO serve para “provar” ao Google que o seu conteúdo merece estar entre os primeiros resultados de pesquisa – e isso não diz respeito apenas à qualidade do material, mas também oferecer uma boa leiturabilidade, navegabilidade e experiência ao usuário.

Importante ressaltar que o algoritmo do Google utiliza uma série de combinações para definir a classificação dos links na busca orgânica. Ou seja, a função é realmente hierarquizar as páginas para entregar os sites em ordem de relevância.

Por causa disso, se a intenção é obter um bom rankeamento com o seu conteúdo sobre etiqueta de gôndola, é preciso acompanhar as atualizações do Google e incrementar o SEO da sua página.

 

7 estratégias de SEO para otimizar o seu site

De acordo com o relatório SEO Trends 2017, cerca de 69% das empresas brasileiras adotam técnicas de otimização em suas páginas para o Google. 

Os resultados são satisfatórios, com o crescimento do tráfego orgânico (77,8%), maior qualidade do tráfego (41,8%) e melhores posições no Google (38,2%).

Mas, como aproveitar ao máximo das técnicas de SEO? Abaixo, confira algumas estratégias que irão colaborar com a otimização do seu site.

 

1. Pesquisa por palavra-chave

Uma das principais técnicas de SEO é o emprego de palavras-chave ao longo do conteúdo. Ou seja, o uso dos termos mais pesquisados no Google, para que o buscador ofereça o seu site, conforme a pesquisa do usuário.

Por exemplo, ao usar a palavra-chave “aluguel de geradores RJ”, o Google irá procurar páginas que tenham esse termo. Por esse motivo, é importante selecionar as melhores palavras, de acordo com o nicho de atuação do seu negócio.

As palavras-chave são o foco da otimização de uma página, sendo fundamentais para que o Google faça a indexação correta e, desse modo, apresente aos usuários aquilo que eles realmente procuram.

Para escolher a palavra-chave correta, é preciso conhecer os tipos de busca, que são:

  • Navegacional (quando o usuário sabe qual site quer encontrar);
  • Transacional (quando a pesquisa é relacionada a compra);
  • Informacional (quando a busca tem a intenção de obter informações);
  • Local (quando a pesquisa usa componentes geográficos).

O seu conteúdo pode conter uma diversidade de palavras-chave. Desse modo, em um mesmo artigo, é possível conter os seguintes termos: “quanto custa um rolamento de esfera” (transacional), ou então “rolamento esférico em SP” (local).

 

2. Produção de conteúdo valioso

O SEO anda de mãos dadas com o Marketing de Conteúdo. Isso porque a internet mudou o comportamento dos consumidores, que não estão interessados somente em uma propaganda invasiva e sensacionalista, como ocorre na publicidade tradicional.

Quer dizer que, quando um usuário procura por um produto ou serviço, ele deseja obter mais informações, antes de realizar a compra.

Por isso, após escolher as melhores palavras-chave, é o momento de definir o conteúdo e produzir algo de qualidade. 

Por exemplo, se a intenção é elaborar um artigo sobre curso NR10, vale a pena procurar mais sobre o assunto e, dessa maneira, trazer as principais informações para o público.

Vale ressaltar que o conteúdo deve ser original e responder às principais dúvidas do usuário. É imprescindível produzir algo inédito, sem cópia de outras publicações, pois além de plágio, os mecanismos de busca tendem a penalizar os conteúdos duplicados.

 

3. URL amigável

A URL da sua página deve ser amigável, isto é, de fácil acesso e compreensão. Isso ajuda na indexação do Google e, por conta disso, sites com endereço mais simples tendem a ser classificados em uma posição melhor.

Por exemplo, em um artigo sobre cobertura de estacionamento, um modelo de URL amigável seria: www.suaempresa.com.br/cobertura-de-estacionamento

Esse tipo de endereço é bastante diferente de uma URL não otimizada, como: www.suaempresa.com.br/cobertura20%estacionamento20%arquivo.asp?id=1&ref=258.

 

4. Navegabilidade em dispositivos móveis

Uma pesquisa feita pela NetMarketShare demonstrou que 94% de todo o tráfego de pesquisas de celulares e tablets vem do Google. Ademais, 87% dos usuários de smartphones utilizam a ferramenta de busca pelo menos uma vez por dia.

Esses dados mostram que o uso de dispositivos móveis vem crescendo a cada ano e, por conta disso, o algoritmo do Google passou a considerar a responsividade como parte dos fatores de rankeamento.

Diante disso, ao produzir um material sobre cabo de cobre nu, é importante garantir uma boa leiturabilidade em dispositivos móveis, seja com um site responsivo ou mobile friendly.

 

5. Meta tag description

A meta tag description é um pequeno texto, de no máximo 160 caracteres, que aparece como parte da descrição dos resultados de pesquisa. Ou seja, é o conteúdo que aparece logo abaixo do título, exibido no buscador.

Assim como na produção do artigo, a meta tag description também requer o uso da palavra-chave para melhor rankeamento, além de apresentar um resumo do conteúdo principal. Dessa forma, é possível chamar a atenção do leitor.

Por esse motivo, se o material traz informações sobre tela para janela contra mosquito, a descrição deve trazer o termo e um resumo eficiente, de até 160 caracteres.

 

6. Título

O título é outro elemento que merece destaque na estratégia de SEO. É preciso usar a palavra-chave principal e, além disso, elaborar uma frase de efeito, capaz de chamar a atenção dos usuários.

Uma dica é usar a palavra-chave logo no início do título, para facilitar a classificação pelo algoritmo do Google. Fora isso, é importante não escrever algo muito longo, já que o leitor quer visualizar algo rápido e de fácil assimilação.

 

7. Link building

O link building é uma estratégia muito usada no SEO, já que ela demonstra a relação da sua página com o restante da web. Sendo assim, o conteúdo deve trazer hiperlinks para outros conteúdos do seu site, bem como para outros portais de renome.

A estratégia de link building também oferece uma melhor experiência para o usuário, para que ele possa ter mais informações acerca do tema.

 

Conclusão

O SEO é uma estratégia muito relevante dentro do Marketing Digital. Por conta disso, cada vez mais empresas utilizam a técnica, como uma maneira de aumentar o tráfego orgânico e melhorar as chances de conversão.

Apesar de muito eficiente, já que melhora a classificação da sua página no Google, o SEO deve ser visto como uma estratégia a longo prazo e, portanto, demanda paciência e planejamento estratégico.

Além disso, é necessário ficar atento às mudanças no algoritmo no Google, visto que o buscador tende a alterar seus fatores com o passar dos anos, levando em conta o avanço tecnológico e o próprio comportamento dos usuários.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Reply

  • Agências Coligadas:
  • Agência Massimo
  • Agência Vouk
  • WM Propaganda

Brasil

Curitiba – PR

BDDB

Av. Rep. Argentina, 1228 , Sala 2608 Água Verde CEP 80620-010

Curitiba - PR

+55 41 9855-7878

[email protected]

Brasil

Joinville – SC

Coligada Voük

Rua Gothard Kaesemodel, 220
Anita Garibaldi – 89203-400

+55 47 3028.8444

[email protected]

Brasil

São Paulo – SP

Coligada WM Propaganda

Av. Jovina de Carvalha Dau, 286
Taboão da Serra - SP
CEP 06754-200

+55 11 4701-5647
+55 11 98283-8498

[email protected]

USA (em breve)

New York – Soho

Escritório Operacional

154 Grand Street New York
NY 10013

646.664.4467

[email protected]